Skip to content Skip to footer

Panteão

Que menina é essa? | Fotos: Divulgação CR Fashion Book

Carine Roitfeld foi diretora da Vogue francesa, mas parece que depois que ela saiu, ficou ainda mais relevante do que era para o mundo da moda: virou realmente ícone. Lançou perfume, aromas para a casa, livros, tudo muito sofisticado e vendido apenas nos melhores endereços do mundo. Esta semana me deparei com as fotos que ela fez para edição que vai celebrar os 10 anos da sua revista CR Fashion Book – detalhe: quando ela lançou, na Frick Collection, em Nova York, fui convidada, estava lá e vi, além de todo mundo que contava no métier, vi Ryuichi Sakamoto tocando piano em um dos salões. Que experiencia sublime foi aquela… Pois bem, Carine chamou Kim Kardashian para essa capa. Até aí, nada demais, mas o que a gente vê é uma outra Kim: cabelo Joãozinho, desconstruída de seu look habitual, maravilhosa. Sim, Kim é habituée da publicação – a primeira vez que apareceu foi em 2013, fotografada por Karl Lagerfeld e dirigida por Riccardo Tisci. Preciso confessar minha eterna preferência por Carine, a grande musa: ela consegue misturar o mundo pop com seu olhar megasofisticado, algo que acho nem Anna Wintour faz com tanta maestria. Agora deixo aqui uma historinha curiosa: uma vez eu estava passando férias de verão no hotel Il Pellicano, em Porto Ercole, perto de Roma, onde por coincidência estava lá também hospedada Carine. Ela ficava à beira mar ao meu lado, chiquérrima de maiô inteiro preto. Ela, treinava de manhã ao meu lado na academia do hotel, ela e o marido, e tomava café na mesa ao lado. Conversamos muito já que nós duas somos de origem russa, sendo que ela falava russo e eu, como terceira geração, nada… Mas foi lá que a gente ficou mais próxima, foi por isso que ela me convidou para a festa em Nova York, e foi lá que aprendi a admirá-la ainda mais.